Congresso obedece à proposta do Governo Federal e aprova orçamento com salário mínimo de R$ 1.147 para 2022

CarteiraVazia

O Congresso Nacional aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022. A lei estabelece o salário mínimo em R$ 1.147 para 2022, R$ 1.188 para 2023 e R$ 1.229 para 2024.

A proposta, concluída em 12 de julho último, prevê reajuste do mínimo sem qualquer aumento acima da inflação. O reajuste segue a projeção de 4,3% para o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) para este ano, o que representa um acréscimo de R$ 47,00 no salário mínimo. O valor ainda pode ser alterado até o dia 1º de janeiro de 2022, quando o novo piso nacional entra em vigor.

A LDO leva em conta uma aposta do Governo Federal no crescimento de 2,5% do PIB, inflação de 3,5% e dólar cotado a R$ 5,10 para o ano que vem. As perspectivas são todas mais otimistas do que as apresentadas pelo mercado financeiro. Também foi previsto um déficit de R$ 170,47 bilhões nas contas da União.

Vale lembrar que, no final do mês de abril, foi publicada uma portaria que alterou as regras para a aplicação do limite remuneratório do Presidente, Vice-presidente e Ministros. Com isso, enquanto o salário mínimo tem um reajuste de apenas 4,3% para 2022, essas autoridades poderão ter um aumento de até 69% nos salários, ultrapassando o teto constitucional de R$ 39.200,00.