Governo adia para 2016 o pagamento do Abono Salarial

pis

Para reduzir as despesas deste ano, o Governo conseguiu aprovar no Conselho Deliberativo do FAT, Fundo de Apoio ao Trabalhador, alteração no calendário de pagamento do abono salarial, mais conhecido como PIS. O novo calendário tem como base o aniversário do trabalhador. Com a manobra, quem aniversaria de janeiro a junho só vai receber o benefício referente a 2015 entre janeiro e março de 2016. Os nascidos de julho em diante receberão este ano, em meados do próprio mês do aniversário.

Relembre o que mudou no Abono Salarial

O abono salarial passou a ser proporcional aos meses trabalhados e com o valor máximo de um salário mínimo. Assim, quem trabalhou 12 meses em 2015 terá direito, em 2016, ao abono (conhecido popularmente como PIS) de um salário mínimo vigente na época do recebimento. Quem trabalhou seis meses receberá a metade do valor,  três meses a quarta parte, e assim sucessivamente. A fração igual ou superior a 15 dias será contada como mês integral.

Quem trabalhou em 2014 por 30 dias, com carteira assinada, ainda recebe o PIS de 2015 integral.

Continua tendo direito ao benefício quem recebe até dois salários mínimos médios de remuneração mensal e está cadastrado no Pis/Pasep há pelo menos cinco anos.